Casos confirmados de Sífilis congênita na Paraíba, Brasil
Full Text (PDF)

Keywords

doença infecciosa
transmissão vertical
estudo epidemiológico

How to Cite

Silva, A. A. S., & Silva, D. L. S. (2022). Casos confirmados de Sífilis congênita na Paraíba, Brasil. Europub Journal of Health Research, 3(4 Edição Especial), 151–156. Retrieved from https://ojs.europubpublications.com/ojs/index.php/ejhr/article/view/192

Abstract

A sífilis trata-se de uma doença infecciosa transmitida via sexual ou via placentária, sendo esta última denominada de sífilis congênita. No cenário do Brasil, os casos de sífilis congênita apresentam aumento significativo. No tocante à região Nordeste do país, o menor índice de cobertura da consulta de pré-natal e a baixa escolaridade de mães contribuem para a permanência da doença na localidade. Diante disso, foi objetivo identificar os anos e as macrorregiões de saúde de residência com maior número de casos de sífilis congênita na Paraíba (Brasil), entre 2012 a 2021. Metodologicamente, foram coletados dados epidemiológicos referentes aos casos confirmados de sífilis congênita na Paraíba, entre 2012 a 2021, em uma plataforma vinculada ao Ministério da Saúde (Brasil). A partir da observância dos dados, notou-se que, os anos com maiores números de casos foram 2017 (395) e 2018 (384). Referentes às macrorregiões de saúde de residência com maiores números de casos, estas foram João Pessoa (1.805) e Campina Grande (741). Diante do exposto, conclui-se que, faz-se fundamental a consulta de pré-natal para detecção precoce e tratamento eficaz da sífilis, a fim de minimizar o número de casos congênitos, sobretudo nas localidades mais afetadas.

Full Text (PDF)