Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH): consequências e opções de tratamento medicamentoso
PDF (Português (Brasil))

Keywords

transtorno do déficit de atenção com hiperatividade
TDAH
impactos
crianças
farmacoterapia

How to Cite

Devenci, G. V., Quintino, V., Nhoatto, P., Devenci, E. V., Quintino, C., Annoni, G. M., Locatelli, C., & Luz, K. (2023). Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH): consequências e opções de tratamento medicamentoso. Cuadernos De Educación Y Desarrollo, 15(11), 14338–14358. https://doi.org/10.55905/cuadv15n11-074

Abstract

O Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é caracterizado por uma tríade exacerbada de desatenção, desorganização e impulsividade, com impactos desde a infância até a idade adulta. Objetivo: Abordar as opções de tratamento medicamentoso do TDAH em crianças, juntamente com as consequências caso a patologia não seja tratada. Metodologia: pesquisa qualitativa, mediante revisão narrativa através de buscas na base de dados Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e material complementar de livros. Fez-se uso de descritores “TDAH”, “Tratamento do Déficit de Atenção com Hiperatividade”, “Tratamento Farmacológico”, “Farmacoterapia” e “Crianças”, critérios de inclusão: trabalhos em português, publicados nos últimos 5 anos que abordaram o tema, critérios de exclusão:  texto completo indisponível ou não disponíveis de forma gratuita. Resultados: foram encontrados 190 trabalhos, dos quais 10 foram incluídos na revisão; desses, cinco abordam questões relacionadas ao impacto do TDAH e outros cinco abordam a farmacoterapia após leitura de seus resumos. Os trabalhos remanescentes foram excluídos por não contemplarem os objetivos da pesquisa. Conclusão: Apesar de o TDAH causar impactos negativos em diferentes áreas do desenvolvimento de seus portadores, o transtorno possui tratamento farmacológico consideravelmente efetivo e seu principal representante é o Metilfenidato. O diagnóstico precoce associado a intervenções adequadas pode reduzir os impactos do TDAH.

https://doi.org/10.55905/cuadv15n11-074
PDF (Português (Brasil))

References

APA – American Psychiatric Association. Diagnostic and statistical manual of mental disorders: DSM-5-TR. 5ª ed., text revision. Washington, DC: American Psychiatric Association Publishing, 2022. Disponível em: https://www.psychiatry.org/psychiatrists/practice/dsm.

ALMEIDA, J. V. Q.; MUNIZ, R. B.; MOURA, L. E. G. de. Fatores de risco ambientais para o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade. Revista de Medicina, [S. l.], v. 102, n. 4, p. e-166097, 2023. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revistadc/article/view/166097.

BECK, J. S. Terapia cognitivo-comportamental: teoria e prática. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2021.

CASTRO, C. X. L.; LIMA, R. F. de. Consequências do transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) na idade adulta. Psicopedagogia, v. 35, n. 106, p. 61–72, 2018. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/324918363_Consequencias_do_transtorno_do_deficit_de_atencao_e_hiperatividade_TDAH_na_idade_adulta. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0103-84862018000100008&lng=pt&nrm=iso.

CERQUEIRA, G. L. C.; SENA, E. P. de. Qualidade de vida em adultos com Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade. Revista de Ciências Médicas e Biológicas, Salvador, v. 19, n. 4, p. 577–586, dez. 2020. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/cmbio/article/view/42706.

CONITEC – Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde. Metilfenidato e lisdexanfetamina para indivíduos com Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade, Brasília: DF, 2021a. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1254673.

CONITEC – Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde. Dimesilato de lisdexanfetamina para indivíduos adultos com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade, Brasília: DF, 2021b. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1253676.

CRUZ, L. F. P. da; MINERVINO, C. A. da S. M.; PEREIRA, E. E. L. D. Funções Executivas, Atenção e o Uso do Metilfenidato: Estudo de Revisão Sistemática. Psicolgia: Teoria e Pesquisa, v. 37, p. e37113–e37113, 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ptp/a/cSrQYtZkhKtGkTM8RFzpfyd/#.

FRANÇA, E. C. de L.; LIMA, E. L. de; NASCIMENTO, L. C. Eficácia e segurança de Aripiprazol comparado a medicamentos disponíveis no SUS para o tratamento de transtorno de déficit de atenção com hiperatividade em crianças e adolescentes. Rev. Cient. Esc. Estadual Saúde Pública de Goiás Cândido Santiago, v. 9, p. 1–15, 2023. Disponível em: https://www.revista.esap.go.gov.br/index.php/resap/article/view/576.

LUCCA, M. S. de. Impacto do metilfenidato no estresse oxidativo e na plasticidade cerebral. 2023. 221 f. Tese (Doutorado) - Curso de Medicina, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2023. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/57826.

NARDI, A. E.; SILVA, A.; QUEVEDO, J. Tratado de psiquiatria da Associação Brasileira de Psiquiatria. Porto Alegre: Grupo A, 2021. E-book. ISBN 9786558820345.

NASCIMENTO, M. H. F.; FERNANDES, R. M.; BARBOSA, A. de M. Lisdexanfetamina comparada a metilfenidato ou a antidepressivos no tratamento de TDAH em crianças e adolescentes: revisão rápida de evidências. Revista Cientifica da Escola Estadual de Saúde Pública de Goiás - "Cândido Santiago", v. 8, p. 1-17, 2022. Tikinet Edicao Ltda. - EPP. http://dx.doi.org/10.22491/2447-3405.2022.v8.80011.

OLIVEIRA, M. L. T. Os impactos dos sintomas do TDAH no adulto. Revista Brasileira de Ensino e Aprendizagem, v. 4, p.26-46, 2022. Disponível em: https://rebena.emnuvens.com.br/revista/article/view/41.

PERSON, O. C. et al. Intervenções para TDAH: o que dizem as revisões sistemáticas Cochrane? Diagn. tratamento, v. 28, n. 2, p. 93–103, jun. 2023. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1427645.

PROCÓPIO, J. V. V. et al. Uso de Bupropiona para Tratamento do Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH). Revista Eletrônica Acervo Saúde, v. 23, n. 7, p. e13173-e13173, 2023. Disponível em: https://acervomais.com.br/index.php/saude/article/view/13173.

RITTER, J. et al. Rang & Dale’s Pharmacology. Ninth edition. Edinburgh London New York: Elsevier, 2020.

SADOCK, B. J.; SADOCK, V. A.; RUIZ, P. Compêndio de psiquiatria. Grupo A, 2017. Livro eletrônico. Disponível em: https://integrada.minhabiblioteca.com.br/reader/books/9788582713792.

SOUZA, I. de L. S. et al. Relações entre funções executivas e TDAH em crianças e adolescentes: uma revisão sistemática. Psicopedagogia, v. 38, n. 116, p. 197–213, ago. 2021. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0103-84862021000200006.

PRIETO, A. T. Trastorno por déficit de atención/hiperactividad y uso de sustancias. Medicina (B. Aires), Buenos Aires, v. 80, n. 2, p. 76-79, 2020. Disponível em: http://www.scielo.org.ar/pdf/medba/v80s2/v80s2a17.pdf.

TEIXEIRA, R. D. de O.; VALENTE, L. V. Déficits cognitivos entre crianças em idade escolar com transtornos de aprendizagem: revisão de publicações nacionais. Psicologia Argumento, v. 37, n. 95, p. 100–124, mar. 2019. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/337844130_Deficits_cognitivos_entre_criancas_em_idade_escolar_com_transtornos_de_aprendizagem_-_revisao_de_publicacoes_nacionais.